5 Pinturas Famosas Inspiradas em Lugares Reais

5 Pinturas Famosas Inspiradas em Lugares Reais

A vida imita a arte? É verdade! Poucas pessoas sabem que, em alguns casos, é possível visitar os locais que inspiraram as obras de arte mais icónicas da história.  Descubra aqui as cinco obras de arte inspiradas na vida real.

1.Noite Estrelada de Vincent van Gogh (Arles, França). 
A maioria das obras de Vincente Van Ggh foram pintadas a partir da observação das paisagens. O quadro A Noite Estrelada foi criado com elementos da memória de Van Gogh. Este interesse pela paisagem começou após o asilo em Provence. Naquele período, rompeu com sua fase impressionista, apresentando um estilo bastante característico e próprio, no qual predominaram os fortes tons primários como o amarelo. Actualmente, esta é uma das pinturas mais conhecidas e celebradas no mundo, mas outrora foi simplesmente uma composição de uma noite estrelada, cerca 150m da Casa Amarela, a residência do artista em Arles.

Van Gogh | Magazine | P55.ART

2.Café Terrace at Night (Terraço do Café na Praça do Fórum) de Vincent Van Gogh (Arles, França). 
A cidade francesa de Arles foi o lar de Vincent van Gogh por mais de um ano. Nesta pintura é retratado uma cena noturna, na qual Van Gogh usa a perspectiva para atrair o olhar do observador em direção ao café, Terraço do Café. A composição apresenta duas fontes de luz: a natural – vinda das estrelas – e a artificial – vinda do café, que se fundem. O café apresenta inúmeros tons de amarelo que contrastam maravilhosamente com os diversos tons de azul. 

Van Gogh | Magazine | P55.ART

3.Lírios de Água de Claude Monet (Giverny, França). 
A paisagem retratada trata-se do jardim do próprio pintor, em Giverny, na França. Claude Monet mudou-se para esta cidade a noroeste de Paris com a sua família em 1883 e adquiriu esta propriedade sete anos mais tarde. Esta é uma obra que representa de forma belíssima o período impressionista. Pintada em 1899, a tela tem 93cmx74cm eternizou a natureza idílica deste magnifico jardim.  

Monet | Magazine | P55.ART

4. Mundo de Christina de Andrew Wyeth (Cushing, Maine). 
O artista americano Andrew Wyeth representou o realismo trágico dos Estados Unidos, desde as suas casas, estradas, estações até às pessoas. As suas peças criaram um debate interminável sobre a natureza do modernismo. Na pintura Mundo de Christina, Andrew Wyeth retrata Anna Christina Olson, uma mulher que sofria de poliomielite, o que lhe paralisava os movimentos das pernas. Andrew Wyeth, que tinha uma casa de férias na região, um dia viu a rapariga no campo, o que lhe deu inspiração para pintar. A casa pintada na tela, a Olson House, fica localizada em Cushing, no Maine, e é hoje património nacional, tendo sido restaurada para se assemelhar à imagem com que Wyeth a imortalizou.

Olson House | Magazine | P55.ART

5.Gótico americano por Grant Wood (Eldon, Iowa). 
No verão de 1930, Grant Wood visitou Eldon, em Lowa e lá avistou uma pequena cabana branca, a Dibble House localizada a 160 km de Des Moines. O pintor achou “pretensioso” uma casa tão humilde ter uma janela “carpinteiro gótico” no segundo andar então, esboçou a casa num envelope. Inspirado na janela que lembrava as catedrais que viu na Europa durante as suas viagens, Wood colocou a sua inspiração completamente americana, num “plano frontal marcante” que relembra a arte do Renascimento dos Países Baixos. Uma combinação fantástica das duas culturas que trouxe uma grande sucesso a esta pintura. 

American Gothic | Magazine | P55.ART


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente