Texas Art Haven, lar dos edifícios de Donald Judd, é adicionado ao Registro Nacional de Lugares Históricos (USA)

Texas Art Haven, lar dos edifícios de Donald Judd, é adicionado ao Registro Nacional de Lugares Históricos (USA)

O Central Marfa Historic District, uma área da cidade do Texas com um rico significado histórico de arte, foi adicionado ao Registro Nacional de Lugares Históricos. O distrito, centrado na Highland Avenue, inclui 183 edifícios e recursos arquitectónicos, onze desses edifícios foram preservados e reaproveitados pelo artista minimalista Donald Judd. Hoje, são supervisionados pela Fundação Judd e pela Fundação Chinati, que visam preservar o legado. Esta é a primeira vez que os projetos arquitectónicos de Judd são reconhecidos a nível federal. O Registro Nacional de Lugares Históricos é uma lista administrada pelo governo de distritos, locais, edifícios, estruturas e objetos considerados dignos de preservação. O distrito histórico de Marfa acabou de se juntar a locais como o Museu Isabella Stewart Gardner em Boston, o Los Angeles Memorial Coliseum e o Fort Laramie National Historic Site em Wyoming.

Marfa | P55 Magazine | P55.ART

Atualmente, Marfa é um local de peregrinação para membros do mundo da arte, devidos os terrenos da Fundação Chinati, que abrigam obras de Judd, John Chamberlain e Dan Flavin, entre outros, e os espaços expositivos do Ballroom Marfa. A adição de Marfa ao registro explica a importância dos edifícios Judd, mas também o significado da herança hispânica da cidade. Desde o final do século XIX até o pós-guerra, Marfa serviu como centro mercantil. Entre os outros locais estão a base militar Fort DA Russell, que esteve ativa até pouco depois da Segunda Guerra Mundial, e a Blackwell School, que serviu como a única instituição educacional pública para mexicanos-americanos em Marfa por mais de 50 anos.

Chinati Foundation | Magazine | P55.ART

Don had a profound regard and deep respect for the history and contributions of the Hispanic community that this nomination specifically recognizes”, afirmou o presidente da Fundação Judd, Rainer Judd, num comunicado. “He believed that these efforts, reflected in the built environment of the town, should be preserved and celebrated. This national honor for Marfa is important to understanding our shared past and preserving these buildings for future generations.” Os 11 edifícios comerciais que Donald Judd adquiriu e adaptou entre 1973 e 1994 foram originalmente construídos no final do século XIX e início do século XX. O artista preservou em grande parte as suas configurações e reaproveitou-as para sua própria produção artística e de outros artistas. Dos 11 edifícios, a Chinati Foundation supervisiona três estruturas (o Chamberlain Building, Ice Plant e Locker Plant), enquanto a Judd Foundation mantém oito (o Architecture Office, Architecture Studio, Art Studio, Cobb House, Gatehouse, Ranch Office, Print Edifício e Edifício Whyte). São espaços de acesso público, onde os visitantes podem estudar a arte e a arquitetura de Judd. O Distrito Histórico Central de Marfa, recomendado pela Comissão Histórica do Texas em dezembro de 2021, foi adicionado ao Registro Nacional pelo Serviço Nacional de Parques no mês passado.

Donald Judd | P55 Magazine | P55.ART


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente