O que são NFTs? Como comprar?

NFTs: A nova revolução digital 

Non-fungible tokens (NFTs), ou em português, token não fungível, parecem ter explodido este ano ao serem vendidos a altos preços, praticamente comparável à excentricidade da comercialização de tulipas holandesas no século XVII. No mundo da arte, NFTs conseguiram atenção do público, quando 11 de março de 2021, a Christie’s anunciou a venda mais alta alguma vez alcançada de uma obra de arte não-física, neste caso um ficheiro jpeg, de uma colagem digital do artista Beeple (Mike Winkelmann), por 69,4 milhões de dólares (€58,6 milhões). Muitas perguntas surgem com o aparecimento deste novo género de investimento: Será rentável e duradouro ou simplesmente um exagero? Devo comprar NFTs? Neste artigo iremos abordar esta nova realidade virtual para percebermos quais são os seus benefícios e como pode e se deve investir em Non-fungible tokens.


O que é token não fungível (NFT)? 

Um token não fungível é um ficheiro digital que representa objetos do mundo real, como arte, música, itens do jogo e vídeos. Estes são comprados e vendidos online, frequentemente com criptomoedas, e geralmente são codificados com o mesmo software que estas. No entanto, ao contrário das criptomoedas como por exemplo, Bitcoin, o NFT não é intercambiável, tendo um cariz colecionável e de utilização no mundo virtual. Esta tecnologia já existe desde 2014, contudo recentemente ganhou uma maior notoriedade, pois cada vez há mais pessoas a comprar e vender obras de arte digitais. 


O motivo para comprar NFTs

Inicialmente, os primeiros NFTs derivaram de criações digitais já existentes, como clipes de vídeos de jogos da NBA ou versões de arte digital que circulavam nas redes sociais. O mesmo acontece com a obra EVERYDAYS: The First 5000 Days de Mike Winkelmann, vendida na Christie's por um recorde de 69,3 milhões de dólares. Os cinco mil desenhos diários que compõem esta famosa peça, estão disponíveis e acessíveis para visualização online por qualquer pessoa de forma gratuita. Então o que leva uma pessoa a gastar milhões numa obra que pode ser facilmente visualizada? Porque um NFT é o item original que contém autenticação integrada, que serve como prova de propriedade. Em contraste, com a maioria das criações digitais que são infinitas em oferta, os NFTs são geralmente únicos, ou pelo menos limitados e com um código de identificação exclusivo. Desde novembro de 2017, que foi gasto a incrível quantidade de 174 milhões de dólares em NFTs. Só em 2020, o mercado de NFTs cresceu 299%, para 250 milhões de dólares (212€ milhões), segundo um estudo do NonFungible, dando sinal que a expansão continua.

 

Mike Winklemann | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

EVERYDAYS: The First 5000 Days de Beeple (Mike Winkelmann)


Qual a diferença entre um NFT e uma criptomoeda?

Os NFTs são geralmente construídos com o mesmo tipo de programação da criptomoeda, como Bitcoin ou Ethereum, mas essa é a única semelhança entre estes. Dinheiro físico e criptomoedas são fungíveis, ou seja, podem ser negociados ou trocados entre si. O valor também é igual - um euro vale um euro, um Bitcoin é sempre igual a outro Bitcoin. Os NFTs não são fungíveis como as moedas, pois ao terem uma assinatura digital única é impossível de trocar, mesmo que sejam iguais. Um vídeo não pode ser trocado pela obra EVERYDAYS: The First 5000 Days, apesar de serem os dois NFTs.

 

Como funciona um NFT?

Os NFTs existem num blockchain, que é um livro público que registra as transações. Normalmente estes são mantidos no blockchain Ethereum, embora outros blockchains os suportem também. Um NFT são itens para colecionar em formato digital como arte, gifs, vídeos, música, skins de vídeo jogos, entre outros. Assim, em vez de colocar uma pintura na parede, o comprador obtém um arquivo digital com direitos de propriedade exclusiva. Os NFTs só podem ter um proprietário de cada vez, facilitando a sua verificação de propriedade e transferência entre estes. O proprietário ou criador também pode armazenar informações específicas dentro deles, como os artistas assinarem a sua obra. 


As vantagem dos NFTs para os artistas

A tecnologia Blockchain e NFTs oferecem aos artistas e criadores uma oportunidade única, pois estes podem vender diretamente ao consumidor, o que lhes permite ficar com a maior parte dos lucros. Outra característica bastante atraente é a possibilidade de conseguirem programar para receberem uma percentagem dos lucros da sua própria arte, sempre que esta for vendida a um novo proprietário.

 

Matt Kane | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Right Place-Right Time de Matt Kane

 

Como comprar NFTs?

Se quer iniciar a sua própria coleção precisa primeiro de obter uma carteira digital onde pode armazenar NFTs e criptomoedas. Assim, tem de comprar algumas criptomoedas que o seu provedor de NFT aceite. Estas podem ser compradas ao usar um cartão de crédito em plataformas como Coinbase, Kraken, eToro, PayPal e Robinhood. Após configurar a sua carteira digital, há diversos sites onde comprar NFTs como OpenSea.io , Rarible e FoundationOs processos de verificação para criadores e listagens NFT não são consistentes em todas as plataformas, por isso é necessário ter cuidado. Alguns artistas foram vítimas de imitações dos seus trabalhos que foram listados e vendidos sem sua permissão. OpenSea e Rarible, por exemplo, não exigem verificação do proprietário para listagens NFT. 


Devo investir em NFTs?

Os NFTs são uma tecnologia recente e o seu futuro é incerto, contudo pode valer a pena investir pequenas quantias para experimentar o mercado. Como qualquer investimento, é uma decisão amplamente pessoal, pode valer a pena considerar, especialmente se uma obra de arte tiver significado para si. Se esta a pensar em comprar NFTs para revender, tenha em consideração que o valor é impulsionado pela demanda. Pode acabar por revender por menos, mais ou até nem conseguir vender se não existirem investidores para tal. Por fim, tem que se ter em consideração a atribuição do valor da criptomoeda utilizada e que os NFTs estão sujeitos a imposto, assim como quando se vendem ações com lucro.


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente