A Influência de Virgil Abloh na Arte Contemporânea

A Influência de Virgil Abloh na Arte Contemporânea

Virgil Abloh, designer da coleção de roupa masculina da marca de luxo Louis Vuitton e fundador da Off-White, faleceu dia 28 de novembro, aos 41 anos de cancro. Foi responsável por modificar a indústria da moda, tendo estendido esta influência também para o mundo das artes plásticas. Após a trágica notícia ter sido partilhada, através do instagram de Virgil Abloh, diversas celebridades declararam o seu carinho e apreço pelo artista. Nomeadamente, o editor chefe da British Vogue referiu que o designer era "a giant among men" que sempre trabalhou "to open the door to art and fashion for future generations, so that that they -- unlike himself, would grow up in a creative world with people to mirror themselves in."


Quem foi Virgil Abloh?
O designer nasceu em Rockford, Illinois, em 30 de setembro de 1980, estudou engenharia civil na University of Wisconsin-Madison e mestrado em arquitetura no Institute of Technology em Illinois. Virgil Abloh começou sua carreira na moda como estagiário no escritório da Fendi em Roma em 2009, onde conheceu o rapper Kanye West, também estagiário lá. Nesse mesmo ano, abriu uma retail store em Chicago chamada RSVP Gallery e em 2012, fundou Pyrex Vision - projetos concebidos como uma experiência artística, além de um empreendimento comercial. 

Virgil Abloh | P55 Magazine | P55.ART

Virgil Abloh, entre a alta costura e o streetwear
Em 2018, Virgil Abloh tornou-se o diretor artístico da Louis Vuitton. Com a sua coleção que ultrapassou os limites artísticos e desafiou as normas de género, obteve o interesse de um grupo demográfico mais jovem. As suas coleções de roupas masculinas, seja na Louis Vuitton, como na marca que fundou Off-White, confundiram os limites entre a alta costura e o streetwear. Assim, foi considerado um dos pioneiros da moda de rua ou “movimento pós-streetwear” - tendência com raízes no streetwear clássico que advém do hip-hop. Esta tendência criada por Virgil Abloh contaminou outras casas de luxo desde a Balenciaga, Gucci, ​​à Dior, que começaram a colaborar em edições limitadas com marcas de desporto como a Nike e a Supreme. Assim, nasceram produtos como Air Jordans da Nike em colaboração com a Dior. 

No mundo da música marcou presença como DJ e por colaborar com o seu amigo de longa data, Kanye West nos seus álbuns e outros projetos artísticos. Em 2010, Kanye West nomeou Virgil Abloh como seu diretor criativo e, dois anos mais tarde, o designer americano fundou a marca de streetwear de alta qualidade Off-White. Como artista e designer de móveis, colaborou com diversas empresas como Nike, Ikea, Chrome Hearts, Mercedes Benz e Jimmy Choo. 

Virgil Abloh | P55 Magazine | P55.ART

A Influência de Virgil Abloh na Arte Contemporânea
Não foi apenas na runway que Virgil Abloh se tornou um nome influente, mas também no mundo da arte contemporânea. O designer produziu exposições individuais e coletivas com diversos artistas contemporâneos, onde se denota as inovações criativas e as inúmeras referências a figuras da história da arte, como ao dadaísta francês Marcel Duchamp. Em 2016, Virgil Abloh em colaboração com a artista conceitual Jenny Holzer, criou uma linha que destacava a imigração e o intercâmbio cultural de uma forma positiva e reafirmante. Em 2018, durante Paris Fashion Week, na Gagosian inaugurou “TECHNICOLOR 2”, em colaboração com o artista Takashi Murakami. Em 2019, o Museu de Arte Contemporânea de Chicago apresentou Virgil Abloh: Figures of Speech, uma exposição com tanto sucesso que foi transferida para o High Museum of Art de Atlanta e, em seguida, para o Institute of Contemporary Art Boston e o Museu do Brooklyn.

Em 2021, lançou uma coleção exclusiva para a exposição The Costume Institute, In America: A Lexicon of Fashion no MET, com influência na obra “This is not a pipe" de René Magritte. As pinturas do artista surrealista belga, repletas de nuvens e figuras fantásticas, inspiraram várias peças de Abloh, nomeadamente as roupas e a própria runway da coleção masculina de 2020 da Louis Vuitton.  

Virgil Abloh | P55 Magazine | P55.ART

As roupas desenhadas pelo designer incluíram sempre diversas referências a pinturas italianas influentes, como a Mona Lisa de Leonardo da Vinci e a Piazza d'Italia de Giorgio de Chirico. O artista referiu em várias entrevistas que a sua primeira coleção na Off-White foi inspirada na casa de vidro flutuante de Ludwig Mies van der Rohe, Farnsworth HouseO designer americano também projetou móveis e, em junho de 2019, assinou contrato com o estúdio parisiense Galerie Kreo. Exibiu as suas peças de mobiliário na Design Miami, na Dark Fantasy no UTA Artist Space em LA e na Carpenter’s Workshop Gallery, que funcionou ao lado da Bienal de Veneza 2019. Além disso, também lançou sua própria linha de móveis com a empresa de design Vitra. Através das suas obras de arte, peças de luxo e streetwear re-imaginado, Virgil Abloh mudou a cultura da moda para sempre, ao desconstruir os padrões da cultura, da história da arte, das tendências, do design gráfico e das próprias marcas de luxo. 

Virgil Abloh | P55 Magazine | P55.ART


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente