Técnicas de Pintura a Óleo: Guia para Iniciantes

A Técnica da Pintura a Óleo

A pintura a óleo é uma fascinante técnica pela sua facilidade de aplicação e pelo seu impacto ao longo da História da Arte. Com uma longa narrativa, esta técnica tornou-se extremamente admirada a partir dos meados do século XV, com os artistas flamengos e holandeses, devido à sua versatilidade em termos de consistência, textura, brilho, a possibilidade de poder ser combinada com outros óleo e ainda por causa do tempo de secagem. Muitos foram os artistas que criaram verdadeiras obras primas, como a Mona Lisa (1503-1506) de Leonardo Da Vinci, Guernica (1937) de Pablo Picasso, O Nascimento de Venus  (1483) – Sandro Botticelli, entre outros. Interessado em pintura a óleo? Aprenda neste artigo a criar a sua própria obra de arte.

 

Mona Lisa de Leonardo DaVinci | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Mona Lisa (1503-1506) de Leonardo Da Vinci

 

Como criar tinta a óleo? 

Se pretender aprender a criar a sua própria tinta a óleo é necessário:

  • Pigmento em pó
  • Óleo de linhaça
  • Duas espátulas
  • Copo de vidro plano

Pintura a óleo, passo a passo:

  1. O primeiro passo é colocar o pigmento em pó sobre uma superfície rígida como vidro ou mármore, dispondo este num pequeno monte com um buraco no centro, ou seja na forma de um vulcão. 
  2. No centro deita-se um pouco de óleo de linhaça e mistura-se com a espátula. É importante ir adicionando pequenas quantidades de óleo consoante a medida da massa.
  3. Para tornar a mistura homogénea, esmagar bem o pigmento. Isto evitará a formação de grumos. Este é um processo simples mas constante. Rapidamente conseguirá ter a sua mistura óleo-pigmento perfeitamente integrada.
  4. Não se esqueça que cada pigmento reage de forma diferente, por isso tome notas nas suas experiências para conseguir obter a melhor fórmula. 

 

Pintura Óleo | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

 

Que materiais preciso para começar a pintar a óleo?

Para pintar a óleo precisa: 

  • Pincéis de diferentes tamanhos e formas;
  • Tintas a óleo;
  • Tela;
  • Paleta;
  • Diluentes e óleos.

A escolha do tipo de pincel, seja a qualidade, o material ou o formato, influencia diretamente o aspeto e os traços finais da sua pintura. Os pincéis de óleo tem cabos longos mas há vários géneros consoante a conveniência do artista. Para começar, são suficientes três ou quatro pincéis de boa qualidade, chatos, redondos e ovais-chatos (ou filbert, pincéis chatos com as pontas ovaladas). Em relação às tintas, inicialmente é melhor começar por comprar tubos de óleo de tamanho médio com as cores primárias (amarelo, magenta e azul), branco e terra sombra natural - para as sombras (o preto puro não é necessário no início porque não mistura bem com as outras cores). Isto vai ajudar habituar-se à técnica e familiarizar-se com as possíveis combinações e texturas. Com o tempo e prática pode investir e expandir a sua paleta com outras cores que lhe sejam interessantes e mais práticas. Os pigmentos devem ser misturados numa paleta, ou seja uma superfície ampla, que seja fácil de limpar e de cor clara. As paletas de óleo são fáceis de encontrar em lojas, contudo se não pretende comprar, pode utilizar pratos grandes, azulejos ou até uma tábua de madeira.

Em relação aos suportes há muitos diferentes para pintura a óleo, desde tela, folhas ou madeira. O fundamental é certificar de que a superfície que vai utilizar está bem preparada para a pintura a óleo. Para iniciantes recomendamos uma tela preparada que pode facilmente encontrar numa loja de materiais de artes.

Um dos segredos da pintura a óleo é a utilização dos diluentes. Ao utilizar este de forma correta conseguirá obter os efeitos desejados, como uma pintura mais brilhante ou fosca, além de outras necessidades como tornar a secagem mais rápida ou lenta. Contudo, se utilizar de forma errada pode colocar em causa a qualidade da sua obra. 

 

 Pintura Óleo | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

 

Como começar a pintar a óleo?

  1. Comece por produzir um desenho num caderno para que as ideias floresçam. Depois, desenvolva esse esboço na tela.
  2. Na paleta coloque montes de cada cor e deixe o centro para as misturas. Não se esqueça de limpar os pincéis entre as misturas. Quando usar novamente a paleta, disponha novamente as tintas na mesma ordem.
  3. Descubra as várias técnicas de pintura a óleo para que a sua criatividade cresça e se desenvolva.  

Para os iniciantes, recomendamos começar por pintar o fundo e os tons escuros. Isto oferecerá uma noção de volume e profundidade. A secagem da tinta pode demorar bastante tempo, por isso é necessário ter cuidado do espaço onde esta se encontra guardada. Positivamente, devido à demora da secagem é possível realizar as mudanças necessárias facilmente.  Não se esqueça de quando finalizar a sua pintura, tem que deixar esta num sitio seguro e só depois aplicar o verniz, no mínimo, um mês após para que as tintas não percam a transparência. Esta técnica dá asas à sua criatividade, à observação e tranquilidade. Descubra na P55 diversas obras com a técnica de óleo que o podem inspirar.


Älterer Post Neuerer Post