O que é Abstracionismo? Onde surgiu?

Abstracionismo: Artistas mais famosos

O abstracionismo ou arte abstrata foi um movimento artístico integrado nas vanguardas modernistas européias. Num período de tensão, guerra e violência, os artistas tiveram a necessidade de manifestar as suas emoções. Rompendo com antigos paradigmas, expressaram-se fugindo da própria realidade, de forma abstrata com traços e sobretudo com cor. Com a arte abstrata foi dada a possibilidade ao espectador de interpretar as formas geométricas e a exploração dos pigmentos livremente. Podemos afirmar que existem dois géneros no abstracionismo, o expressionismo e geométrico. Tal como o nome refere, o primeiro invoca as emoções do artista, estabelecendo ligações entre a experiência sonora e os pigmentos. Exemplo disso, são as obras de Wassily Kandinsky. O segundo, teve como principal influência artistas como Piet Mondrian e Malevich, que se focaram no rigor matemático e ideias do cubismo e futurismo. Conheça neste artigo os principais artistas deste movimento.


KAZIMIR MALEVICH (1878-1935) 

Kazimir Malevich desenvolveu a partir de 1913, o suprematismo, um movimento que se focava nas formas básicas, quadrados, círculo e triângulo com um limite de cores. As obras radicais do artista russo inspiraram muitos pintores e escultores tanto na Europa como nos Estados Unidos. É graças a pinturas como ”Black”, que Kazimir Malevich é considerado até hoje o  considerado o pioneiro da arte abstrata. 


KAZIMIR MALEVICH | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

”Black”de Kazimir Malevich

 

PIET MONDRIAN (1872-1944)

Piet Mondrian ficou conhecido pela a criação de um estilo artístico novo, que não se baseou em técnicas típicas, mas na sua interpretação filosófica de questionar o próprio limite da arte ao romper com as formas convencionais da pintura. As suas composições com cores primárias, projetadas de modo assimétrico, e linhas pretas ortogonais, demonstrando assim a beleza estética e o limite da própria pintura. 

 

Piet Mondrian | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Piet Mondrian


WASSILY KANDINSKY (1866-1944)

Wassily Kandinsky foi um pintor russo extremamente conhecido pelas suas peças abstratas. Em 1910, Kandinsky começou a criar pinturas abstratas agrupou-as em três categorias: “impressões”, elaboradas da paisagem, “composições”, criadas por meio de uma ponderada ação de construção dos elementos do quadro, e “improvisações”, mais imediatas, com imagens que derivam de eventos de caráter emotivo e interior. As composições foram consideradas por Kandinsky como as principais declarações das suas ideias artísticas. A primeira composição foi em 1910, quando estava a dar os primeiros passos no abstracionismo e a última de 1939. As “Composições” são como um fio condutor presentes em toda a obra de Kandinsky. Infelizmente, as três primeiras composições foram destruídas durante a Segunda Guerra Mundial e apenas suas fotos sobreviveram.

 

Wassily Kandinsky | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Wassily Kandinsky 


PAUL KLEE (1879-1940)

O artista suiço ficou conhecido pelas suas obras com características bastante particulares e pessoais. Paul Klee criou peças com uma variedade cromática bastante intensa, desde praticamente monocromáticas até policromáticos. Dava uso a diversas técnicas e materiais, para produzir telas com formas geométricas, letras, números, setas ou até figuras de animais. A literatura exerceu grande influência sobre as suas temáticas rodeada de mistério e beleza da natureza. 

 

Paul Klee | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Paul Klee 

 

JACKSON POLLOCK (1912-1956)

O pintor americano criou obras extraordinárias que foram envolvidas em movimentos e gestos dinâmicos.  Abraçando por completo a abstração, Jackson Pollock transmitiu as ideias de liberdade convocadas e desejadas pela população americana, tornando-o assim um artista um grande sucesso. O pintor foi o pioneiro das pinturas, intituladas de action painting, pelo crítico Clement Greenberg. A partir das telas de grande escala e esta técnica Jackson Pollock produziu um trabalho bastante singular.

 

Jackson Pollock | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Jackson Pollock


GRACE HARTIGAN (1922–2008)

Em 1948, Grace Hartigan viu as primeiras pinturas de Jackson Pollock e ficou "hipnotizada". Influenciada pelas suas pinturas, começou a pintar em telas de grandes dimensões, sendo-lhe concedida, em 1950, o reconhecimento como artista expressionista abstrato de “segunda geração”. A artista americana pintou intensamente com pigmentos fortes buscando inspiração em livros, filmes, pinturas e publicidade. Grace Hartigan fez parte de um grupo de jovens que foram influenciados pelos artistas da “primeira geração” de expressionistas abstratos. Até 1954, Hartigan usou o nome George, como uma homenagem aos escritores do século XIX como George Eliot. Na realidade, a escolha foi bastante prática - o trabalho dos homens era mais valorizado - mas também pode ser visto como uma expressão de como a identidade é múltipla.

 

Grace Hartigan | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte

Grace Hartigan


Älterer Post Neuerer Post