Como pintar em acrílico?

Tinta de Acrílico: Uma breve História

A tinta de acrílico, derivada de componentes plásticos, como o petróleo, foi desenvolvida na década de 1940, para uso industrial, ou seja, para cobertura de interiores e exteriores de edifícios. Os artistas começaram a utilizar o acrílico como forma de explorar as suas capacidades técnicas, pois devido à forma aquosa da tinta, é viável a interação com outros meios e técnicas plásticas, introduzindo assim a possibilidade de produção de obras de técnicas mistas.  

A invenção da primeira tinta acrílica para artistas foi atribuída à empresa Sam Golden, em 1950. Anteriormente, a manufatura destas era um conhecimento que pertencia aos artistas, contudo a partir do século XX, com o desenvolvimento tecnológico da indústria, as empresas passaram a possuir os direitos sobre as fórmulas químicas. Este acontecimento ofereceu aos artistas uma maior liberdade e aceleração do processo artístico, além de uma maior qualidade do material. Assim, a técnica do acrílico possibilitou o aparecimento de movimentos como Expressionismo Abstrato, a ColorField, entre outros, com artistas como Willem de Kooning, Jackson Pollock, Mark Rothko, Barnett Newman, Clyfford Still, Helen Frankenthaler, Morris Louis e Jack Levine.

Pretende dar os primeiros passos no mundo do acrílico? Neste artigo reunimos algumas dicas e sugestões para o ajudar a familiarizar-se com os materiais e truques necessários.  

 

Ángel Hurtado de Saracho | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da Arte
Tierra a la vista de Ángel Hurtado de Saracho

 

Quais são os materiais necessários para pintar em acrílico? 

A pintura acrílica é uma das técnicas mais recomendadas para quem pretende dar os primeiros passos no mundo da pintura, por ser um método económico e de secagem rápida. Concebido para ser aplicado em diversos tipos de superfícies, esta técnica estimula todos os tipos de possibilidades. Para começar a pintar em acrílico precisa da tinta, dos pincéis ou espátula, uma paleta e uma superfície (tela, papel, madeira). 


É necessário uma paleta?

A paleta, de madeira ou plástico, é a ferramenta que serve para dispor as cores de forma ordenada e acessível. Pode optar por colocar as cores diretamente na tela, mas para ser mais fácil é melhor começar por colocar na paleta. 


Quais são os pincéis que devo utilizar? 

Para facilitar a utilização, os pincéis são organizados por números. Ao escolher é necessário saber qual é o acabamento pretendido, ou seja, se pretender criar os contornos dos objetos, como por exemplo de uma montanha, use pincéis com um número maior, que sejam grandes e achatados. Para os fundos a melhor opção é a utilização de tinta acrílica opaca, ou seja, direta do tubo. Os detalhes, como árvores, rio ou flores, concebem-se após os contornos gerais, com pincéis de número inferior e mais pontiagudo, para que seja possível a criação de linhas finas. 


Que tela devo comprar?

A opção mais fácil e segura, é comprar uma tela já com primer. Consegue obter este género de telas em praticamente todas as lojas. Uma tela sem primer é a opção mais em conta mas envolve muito mais trabalho de preparação, o que não é ideal para quem está a dar os primeiros passos. 

Um material, mais barato que a tela, é o papel. Se pretende optar por esta opção tem que escolher um papel grosso para que este não rasgue com a tinta. Ao usar a tinta acrílica diluída em água, num bloco de papel grosso, consegue um acabamento como tinta aguarela. 

 

Renato Macedo | P55 Magazine | P55 - A Plataforma da ArteLiability de Renato Macedo

 

Dicas de como usar a tinta de acrílico

  1. Em primeiro lugar verta tinta sobre a paleta. Comece com as três cores primárias (magenta, azul e amarelo) e preto e branco. Se quiser criar novas tonalidades, misture a tinta com estas cores. Como a tinta acrílica rende muito, basta colocar uma gota de cada cor na paleta de pintura. Não é necessário criar um esboço, basta pintar diretamente na área pretendida com um pincel ligeiramente humedecido com água para conseguir um efeito mais uniforme. 
  2. Para conceber diversos acabamentos, tem que se aprender a trabalhar o acrílico com água. Ao adicionar mais água a cor fica mais translúcida. Se aplicar a tinta diretamente do tubo para a tela, o efeito é mais opaco e espesso. Se não pretender este efeito pode borrifar água na paleta. Para formar diversas camadas, use um pincel seco para criar texturas e detalhes. 
  3. Como nesta técnica é possível produzir diversas camadas, se for preciso realizar modificações, é só deixar secar e pintar por cima.
  4. A tinta de acrílico seca muito rápido, por isso é importante, quando não se está a utilizar o pincel, deixá-los imersos em água. Em relação à tinta na paleta, esta deve ser borrifada com água para não secar, a cada dez a quinze minutos.
  5. Para limpar a paleta basta esperar que a tinta fique seca e retire com a espátula aos poucos. No final, não é necessário fixador, embora seja recomendável aplicar um verniz de proteção para garantir a sua conservação e durabilidade. 

Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente